quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Coração recente


Eras tu? Era o dia
acabado de nascer?

Que rosa abria? Rosa 
ou ardor? Não seria

só desejo de ser
um travo de alegria?


Um fulgor? Um fluir?
Eras tu? Era o dia?

Eugénio de Andrade, Mar de Setembro