sábado, 12 de novembro de 2011

Poesia de ser...



.....................................................................

Poesia não é a rima encadeada e farta
Não é o sonho sem futuro e bonitos discursos.
É o revelar total dum homem infinitamente inteiro
Em que cabe o teu amor por tudo e, creio, Deus também.

........................................................................................................
José Blanc De Portugal (excerto)