quarta-feira, 8 de maio de 2013

Flor a florir ao peito...


Canta - busca na vida o que é perfeito.
Olha o Sol e não queiras outro guia.
Sonha com a noite e absorve, aspira o dia,
Tal como uma flor que te florisse ao peito.

Da terra maternal faze o teu leito.
respira a terra e bebe o luar. Confia.
Faze de cada pena uma alegria
E um bem de cada mal insatisfeito.

Colhe todas as flores do teu jardim.
Todos os frutos do pomar e, enfim.
Colhe todos os sonhos do Universo.

Procura eternizar cada momento,
Fecha os olhos a todo o sofrimento
E terás feito a carne do teu verso.

Fernanda de Castro