domingo, 3 de julho de 2011

Amor adormecido


Dormias, os braços me estendeste e de surpresa
Rodeaste-me a insónia. Afastavas assim
A noite desvelada, em cima a lua presa?
Teu sonhar me envolvia, sonhado me senti.

Eugénio de Andrade, Trocar de Rosa