segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Serão Palavras


Diremos prado bosque
primavera,
e tudo o que dissermos
é só para dizermos
que fomos jovens.


Diremos mãe amor
um barco,
e só diremos
que nada há
para levar ao coração.


Diremos terra mar
ou madressilva,
mas sem música no sangue
serão palavras só,
e só palavras, o que diremos.

Eugénio de Andrade, Mar de Setembro