segunda-feira, 3 de outubro de 2011

De Perfil


De todas essas pedras, de todas,
uma só, onde passa o vento,
escolho para meu uso e alegria.

Eugénio de Andrade, Mar de Setembro