domingo, 3 de janeiro de 2010

Ventura



Todos temos qualquer aspiração,
qualquer sonho na vida a desejar.
Quem o não tem não pode caminhar,
que sem forças lhe pára o coração.

Leva-se a vida pela nossa mão,
Itálicose um grande sonho em nós anda a cantar:
Correr atrás dos sonhos sem parar
e sem saber sequer onde eles vão!

Quem morre a desejar é que é feliz.
Não conseguiu aquilo que mais quis,
mas teve sempre, sempre, a mesma esperança.

Realiza-se um sonho? Pouco dura
O bem que fugiu. Porquê? Porque a ventura
Só é ventura enquanto não se alcança.

Virgínia Vitorino, Namorados