segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Saudade


Vestida da saudade mais longa, ó meu amor,
Abafei o pranto no diverso desencanto
De não mais ousar até a ti chegar...
O calor de uma entrega ainda pairou no ar...
Vergada na dor, sequiosa do teu calor,
Ainda e sempre sonhando em te abraçar
Ultrapassei da tristeza a ponte
Para além do horizonte...
Além...
Além do mar...

Sofia Guiomar - 2009,11,o2