segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Terra bravia...


Bravia é esta terra
                    onde os homens se assemelham
         aos troncos das árvores.

                         Comunicam a seiva ao que os outros
           hão-de colher. E enrugam.

Bravia é esta terra
                         onde a esperança tem longos olhos
           postos no dia de amanhã.

                    Sonha-se com uma boa vindima
                               e o céu no termo dos dias. Pouco mais.

Bravia é esta terra 
                          onde o suor e o sonho dão as mãos.

                      
                 
                           António Cabral, Os homens cantam a nordeste