quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O sucesso






"(...) As pessoas ambiciosas são as mais infelizes do mundo. Mas nós continuamos a educar as crianças para serem ambiciosas: Se ficares em primeiro lugar, se estiveres à frente dos outros, serás feliz!

Nenhuma pessoa ambiciosa alguma vez foi feliz; na verdade, as pessoas ambiciosas são as mais infelizes do mundo.[...] Já alguma vez viu alguém ficar em primeiro lugar e ser feliz? Acha que Alexandre, o Grande, ficou feliz quando conquistou o Mundo? Ele era um dos homens mais infelizes que alguma vez existiu. Ao ver o êxtase em que vivia Diógenes ficou com inveja. Ter inveja de um mendigo?!...

Diógenes era um mendigo. Não tinha nada, nem sequer uma taça para pedir esmolas. Até Buda tinha uma taça de esmolas e três vestes!... Diógenes andava nu - e sem taça de esmolas. E tudo porque,um dia, estava a caminho do rio: tinha sede e calor e queria beber água. Quando alcançou a margem, viu um cão que passou por ele a correr e, a arfar, se atirou à água e nadou e bebeu até ficar satisfeito.

Diógenes pensou: Este cão é mais livre do que eu - não precisa de andar com uma taça de esmolas. E se ele consegue passar sem isso, porque não hei-de eu conseguir também? É a única coisa que possuo e tenho de estar sempre de olho nela para não ma roubarem. Até chego a acordar uma ou duas vezes à noite para ver se não ma roubaram.

Então atirou a taça de esmolas para o rio, fez uma vénia ao cão e agradeceu-lhe pela grande mensagem que este lhe tinha trazido da parte da existência.

E este homem, que não tinha nada, despertou a inveja de Alexandre, que lhe chegou a confessar:
- Se os deuses me derem outra vida, vou-lhes pedir que não façam de mim Alexandre, mas Diógenes.

Diógenes riu a bom rir, chamou o cão (tinham-se entretanto tornado grandes amigos e passado a viver juntos) e disse:
- Olha só o disparate que este homem está a dizer! Quer ser Diógenes na próxima vida!... Porquê na próxima vida? De que serve adiar? Quem sabe o que virá na próxima vida? Até mesmo o dia de amanhã, até o momento seguinte é incerto quanto mais a próxima vida! Se queres mesmo ser Diógenes podes sê-lo aqui e agora. Atira a tua roupa ao rio e esquece a conquista do Mundo! Isso não passa de uma estupidez, como bem sabes!... Admites que és infeliz e que ser Diógenes é um estado melhor que te faria conhecer o êxtase. Então porque não ser Diógenes agora mesmo? Deita-te na margem do rio, aqui, onde eu estou a apanhar o sol! Há lugar para mais um.

Claro que Alexandre não aceitou o convite, mas agradeceu.
- Muito obrigado. Agora não posso, mas na próxima vida...
E Diógenes perguntou-lhe:
- Onde vais? O que farás, mesmo que conquistes o mundo?
- Nessa altura descansarei - respondeu o imperador.
- Isso parece-me absurdo, porque eu estou a descansar agora mesmo! - observou Diógenes."

Adaptado de :
Osho, Alegria