segunda-feira, 18 de abril de 2011

Dia previsto



Se algum dia
deixares de ser
para mim
o Sol da minha vida
sei que fecharei
os olhos mansamente
sobre lágrimas geladas de pesar
E o meu coração cansado
de repente
deixará de bater
numa agonia
por ter esperado em vão
sem te rever.