terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Compaixão



A qualidade da compaixão não é constrangida.

Cai do céu como uma chuva ligeira

Sobre o que está em baixo; é duplamente abençoada,

Pois abençoa aquele que dá e aquele que recebe...


Shakespeare, fala de Portia em O Mercador de Veneza